Beata Teresa Michel Artigos > Reflexão – Madre Michel

Estudo Bíblico Sobre A Fé Na Divina Providência – Parte 13


Reflexão Madre Michel

A Providência Divina é a suprema sabedoria com que Deus governa e conduz todas as coisas, todos os acontecimentos. É uma solicitude de salvação.

“O termo Providência vem do grego ‘pronóia’, equivalente à palavra latina ‘pro-videntia’. Significa: previsão, presciência, pressentimento, cuidado de prover, provisão, precaução, providência.”

(Convergência – Janeiro de 1993- Artigo de Ir. Lucia Weiler, D.P.)

Na verdadeira noção de Providência devem aparecer:

1°) a inteligência que prevê (sabedoria)

2°) uma vontade onipotente e cheia de amor, que tudo governa sabia e soberanamente.

A palavra Providencia, na Bíblia, não aparece no texto hebraico, mas somente no texto grego do livro da sabedoria; 14,3-6 “Mas, sois vós, Pai, que governais pela vossa Providencia, porque se abristes caminho, mesmo no mar…?’

No entanto, o conceito de Providência se afirma a cada instante na Bíblia.

A – NO ANTIGO TESTAMENTO

1°) O povo eleito é alvo da vigilância de Deus: Em Gn 12,2-3, Javé dá a Israel uma bênção destinada a todas as nações: “Farei de ti uma grande nação; eu te abençoarei e exaltarei o teu nome, e tu serás uma fonte de bênçãos. Abençoarei aqueles que te abençoarem e amaldiçoarei aqueles que te amaldiçoarem; todas as famílias da terra serão benditas em ti.”

2°) Em Ex 3,7-12, Israel tem experiência histórica de um Deus vivo que caminhava à sua frente, mostrando a direção rumo à terra prometida”. Em Ex 16, 9-18, Javé atende às queixas dos israelitas, enviando-lhes pão e carne, conforme desejam.

3°) Em Jz 5 – O canto de Débora retrata a fé na Providência, como ação conjunta entre Javé e seu povo. (Cf. Convergência, janeiro/93 – Artigo de Irmã Lucia Weiler, D.P).

4°) Os profetas ampliam o campo de ação de Javé sobre todos os povos e sobre os próprios indivíduos: Mq 5,8; Ez 18; Is 43; SI 1; SI 35,6- 11; Is 43,1 e 4 :

“E agora, eis o que diz o Senhor, aquele que te criou, Jacó, e te formou, Israel: nada temas, pois eu te resgato, eu te chamo pelo nome, és meu.” Porque és precioso a meus olhos, porque eu te aprecio e te amo, permuto reinos por ti, entrego nações em troca de ti.”

5°) A ideia de uma Providência retribuidora aparece em 2Mac 7,9 e 14; Dan 12,1-3; Sab 3,1-7.

B – NO NOVO TESTAMENTO

1°) Em Mt 6,24-35, temos a magnífica página evangélica da Providencia Divina. É bela, poética e rica de força libertadora. Quer que se busque, em primeiro lugar, o Reino de Deus e sua justiça. Isto só se realiza no trabalho ativo e efetivo de promoção do pobre, do sofredor, do marginalizado. No empenho de sanar as injustiças sociais.

2°) Em Mc 10,27, Cristo afirma a onipotência de Deus, a quem nenhum milagre é impossível: ” Olhando Jesus para eles, disse: “Aos homens isto e impossível, porém, não a Deus; pois a ele tudo e possível.”

No entanto o homem possui liberdade e é, justamente, o mau uso desta liberdade que o impede de gozar dos benefícios da Divina Providência.

3°) São Paulo apresenta a ideia da Providência Divina, em ordem à salvação. Rom 8,28-39: “Aliás, sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são eleitos, segundo os seus desígnios… Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas que por todos nós o entregou, como não nos dará também todas as coisas?…”

Segundo São Paulo, quem se dispõe a converter-se, já foi disposto pela Providência.

Em 4,6 lemos: “Há um só Deus e Pai de todos, que atua acima de todos, por todos e em todos.”

4°) Em 1 Ped 1, 2 e 5… “Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, e santificados pelo Espírito, para obedecer a Jesus Cristo e receber a sua parte de aspersão de seu sangue. A graça e a paz vos sejam dadas em abundância…”

Copyright © 2015 - Colégio Sagrado Coração de Jesus. Todos os direitos reservados.